Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
15/05/20 às 21h12 - Atualizado em 20/07/20 às 19h19

Ressignificando espaços ociosos

COMPARTILHAR

Um prédio abandonado no Setor Hoteleiro de Taguatinga passará por reformas e atenderá jovens e famílias de baixa renda do Distrito Federal. Uma cessão de uso está sendo feita pela União ao Governo do DF que reformará o espaço de 1 mil m², composto de três pavimentos e um subsolo. A Secretaria de Juventude ficará responsável pelo local, onde poderá funcionar um centro de acolhimento, formação e capacitação para o jovem. Os recursos para as intervenções, na ordem de R$ 1 milhão, já estão garantidos.

 

“Podemos utilizar os recursos que estão destinados para politicas públicas da juventude, previstos no Orçamento, buscar parcerias público-privadas, ou pedir uma colaboração para os empresários de Taguatinga para iniciarmos as reformas”, ressalta o secretário de Juventude, Léo Bijos.

 

O secretário explica que desde que o governador Ibaneis Rocha assumiu o Governo do Distrito Federal, até mesmo um pouco antes na Transição, o foco sempre foi na qualificação e no primeiro emprego. “Temos que oferecer assistência que as pessoas precisam, mas emancipá-las com o primeiro emprego. Isso tudo focado na juventude que é a maior população do DF e que necessita ser atendida e acolhida”, afirma Bijos.

 

No local, onde já funcionou uma rádio, um tribunal e um batalhão da Polícia Militar, serão oferecidos diversos cursos em diferentes áreas, principalmente aquelas voltados para as novas profissões e tecnologias, como robótica, informática. “A ideia é a formação do cidadão e a qualificação para as habilidades que a pessoa tem para o primeiro emprego. Queremos o envolvimento da família também, porque para qualquer curso que a gente ofereça temos que trabalhar o psicológico das pessoas. Muitos chegam traumatizadas e para que elas sejam inseridas, primeiro, temos que formar cidadãos”, conclui Léo Bijos.