Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/09/20 às 14h39 - Atualizado em 30/09/20 às 15h00

Alunos do Centro de Juventude de Ceilândia contam como foi apresentar o melhor de MIM

COMPARTILHAR

Na última sexta-feira, dia 25 de setembro, o Subsecretário de Empreendedorismo da Secretaria de Juventude, Luiz Carlos, esteve no Centro de Juventude de Ceilândia para um bate papo muito especial com os alunos que apresentaram a 1ª Mostra Interna de Monólogos – MIM.

 

Respeitando todos os protocolos de segurança, os alunos compartilharam como foi a preparação para a MIM e todos os desafios que enfrentaram com a oficina sendo online devido a pandemia.

 

Apesar de todo distanciamento, não faltou calor humano e emoção nos relatos desses jovens que decidiram fazer acontecer e se lançaram de cabeça nas aulas ministradas pelo professor Adilson Diaz.

 

Logo no início da conversa, depois que cada um compartilhou como foi a sua experiência, o Subsecretário Luiz Carlos pediu aos alunos que definissem o Centro de Juventude e o Professor Adilson em uma palavra e dentro da fala de cada aluno ficou claro a importância do Centro de Juventude na vida desses jovens e como faz toda diferença ter um professor realmente comprometido em fazer acontecer e levá-los além.

 

Desenvolvimento, transformação, acolhimento, oportunidade e conexão foram algumas das palavras usadas pelos alunos para definir o Centro de Juventude na vida deles. Já para o professor Adilson não faltaram elogios como incrível, desafiador, afetuoso, acolhedor e necessário.

 

Ao final do bate-papo, os alunos receberam os certificados, tiraram fotos e puderam matar um pouquinho da saudade que estavam sentindo pelos dias que ficaram sem poder ir ao CJ devido a pandemia.

 

Que venham mais momentos como esse porque o relato desses jovens, a entrega desse professor e tudo que foi compartilhado e aprendido durante todo esse processo nos motiva ainda mais para continuarmos levando nossa missão de promover dignidade aos jovens e ser reconhecida por criar espaços de fala e atuação para a juventude, na qual a mesma poderá contribuir para definição de metas e programas onde participará ativamente das políticas de juventude, exercendo seu direito e contribuindo para uma sociedade melhor com a força de tração que os jovens possuem para realizar.